Programação conta com intervenções artísticas, oficinas e festa na Maré

 

No dia 5 de agosto, o Galpão Bela Maré promoveu a quarta edição do evento Nós da Maré. Depois das três experiências anteriores, realizadas nas favelas Nova Holanda, Vila do Pinheiro e Parque União, o “Nós” voltou ao Bela, desta vez em formato “viradão”, com um dia inteiro de programação cultural. O projeto faz parte do Programa Territórios Culturais RJ/Favela Criativa, da Secretaria de Estado de Cultura, em parceria com a Light e a Agência Nacional de Energia Elétrica.

 

Durante a manhã e tarde houve oficinas de fotografia, circo, música, dentre outras expressões. O galpão foi ocupado por produções artísticas que dialogam com temas culturais dos espaços periféricos.

 

A programação do Nós da Maré – Viradão contou também com a aula magna do curso Especialização Internacional em Inventividades Socioculturais das Periferias, realizado no âmbito do Instituto Maria e João Aleixo. A aula inaugural, ministrada por Macaé Maria Evaristo dos Santos*, foi aberta ao público.

 

Ao fim do dia, o evento conectou-se à ocupação da Cia Marginal, no CAM – Centro de Artes da Maré, em cartaz com duas apresentações teatrais. À noite, teve KaraoGay, performances de drags, DJs, numa grande festa onde todo mundo está convidadx!

 

Sobre o Nós da Maré

A ideia, mais do que simplesmente apresentar a produção cultural local, é que o “Nós da Maré” se consolide como um momento de construção e fortalecimento de redes de atores culturais da região, e promova a expansão dessa rede.

 

O “Nós da Maré” pretende desenvolver uma rede colaborativa que realize intervenções estéticas integradas no território, como experiência de compartilhamento de gestão e produção cultural. As intervenções do projeto têm como referencial uma interconexão criativa de indivíduos, grupos e instituições que, de modo solidário e inventivo, possam construir uma experiência inovadora de compartilhamento de metodologias de produção, fruição e comunicação estética no território.

 

Programação do Nós da Maré – Viradão – entrada franca.